A bolseira Huana Correa

Olááá maravilhos que aqui ainda habitam, como vão??

Por aqui vai tudo certo. Mal fiquei em frente ao computador esta semana, por isso o sumiço. Sabe como é, né? Estive ocupada demais no Shopping Barigui, torrando R$450 para ganhar um panetone e concorrer a uma BMW hahahah… Só que não. (Sério, não consigo acreditar que a urna do shopping estava lotaaaaada de cupons.)

Bem, como comentei na semana passada, estava fazendo um estágio no ateliê da minha amiga e “bolseira” (adoro essa palavra!), Huana Correa.

A marca existe desde o ano passado e está em sua terceira coleção, mas a Huana faz bolsas desde que se conhece por gente (e vivia estragando a máquina de costura da mãe! Hahah..).

Ela é do Macapá e se mudou para Curitiba para estudar design de Moda (foi assim que nos conhecemos). Quando eu encontrar minhas bolsas no meio das minhas caixas de mudanças eu posto a evolução das bolsas Huana Correa. 🙂

Achei muito bacana passar as tardes com ela, conhecer seu processo de criação e aprender a costurar bolsas (nunca tinha costurado uma antes! – E dá um trabalhão, hein!). Obrigada por me aguentar, Hu! Heheh..

Quando eu crescer, quero ser igual a Huana! s2

Ahh!! E para quem se interessou pelas suas peças, ela começou a expor hoje no Mercadinho Chic de Curitiba, e vai até o dia 23 de Dezembro. (Rua Comendador Araújo, 627. Batel / das 12h às 20h).

Enfim, minhas últimas duas semanas tem sido assim, costurando, cheirando cola, ouvindo a novela, e comendo coxinhas de frango com catupiry. E a de vocês, como foi?

Anitão acabou de voltar de um chá de panela e está mais pra lá do que pra cá….

Comments

comments

Related posts:

2 comentários em “A bolseira Huana Correa

  1. Vix…..como eu queria aprender a fazer bolsas….tenho idéias, maaaaas não tenho máquinas… 🙁 …. e muito menos aqui onde moro não encontrei nenhum curso…nem senai, nem sesc….aff ! Ah! Moro em Natal/RN.
    Bom, dái começei a fazer aquelas bolsas de cartonagem pra matar a vontade de ser desing de bolsas huuuu…
    Gostei demais do seu ateliê… e tbm quero ser igual a ti quando eu crescer…

Deixe uma resposta