Muitas cenas para muitos dias – 63 a 75

Olááá! Como vai a segunda, queridos leitores?

Eu vou quebrada! Ontem fizemos rafting de manhã e a tarde passeamos de quadriciclo pela floresta! Foi muuuuito massa! A parte do quad eu fiquei meio cagada na verdade. Já tinha andado no Cambodia no ano passado e foi bem divertido. Achei que dessa vez seria bem susse, apenas passeando pelas vilas, como foi da outra vez, mas não, nos enfiamos na floresta, com subidas e descidas e muitos buracos e precipícios! Me enfiei no mato duas vezes hahaha.. Mas foi beleza, só estou com muuuuuita dor no corpo inteiro, imagina, uma pessoa mega sedentária como eu, fazendo atividades físicas num domingo inteiro! Heheh.. enfim..

Bem, devo admitir, não consigo desenhar todos os dias. =/ Achei que mais cedo ou mais tarde isso iria acontecer, MAS (sempre tem um mas!), não quero desistir ainda. Não desenhei todos os dias na última semana, mas fiz um desenho para cada dia que se passou. É alguma coisa, não? E meu objetivo ainda é completar 365 cenas do dia-a-dia até o dia 26/08/13 (quando completar um ano desde que eu comecei o projeto). E para a coisa não ficar acumulando, pretendo postar as cenas todo domingo, pode ser?

Sem mais enrolações, as cenas:
63 – Máquina de escrever da decoração do nosso guesthouse em Chiang Mai.
64 – No segundo dia fomos beber a noite e o Michael passou mal na manhã seguinte, não porque bebeu demais, mas porque misturou marcas diferentes de cerveja (não foi nem destilados! Hahahah..).
65 – Nas redondezas de Nimman (aparentemente, a parte mais “moderninha” da cidade, onde estamos hospedados), é tudo muito bonitinho!! Essas caixas de correios são de um vizinho. 🙂

66 – Táxi vermelho de Chiang Mai – no começo achei estranho, é uma caminhonete adaptada para carregar passageiros na caçamba, mas depois que usei achei muito massa! É o melhor transporte público que já vi! (Explico melhor em outro post, hehe).
67 – Dia 01/11 tivemos que mudar de acomodação, pois onde estávamos já tinha sido reservado. Fomos para o Indie House. Cada quarto tinha a decoração diferente, e a temática do nosso era “floresta”. Aí eles colocaram uns pássaros de mentira pendurados pelo quarto – meio assustador na real Hahah.. Mas foi apenas por uma noite! Uff!
68 – Como disse, aqui tudo é bem bonitinho, essas luminárias estavam penduradas em uma árvore e faziam parte da instalação de um restaurante.

Eu sou tipo a Mônica, que tem vários vestidos iguais, só que no meu caso, são cadernos hehe.. E como usei até a última folha do primeiro (dá um super orgulho preencher um caderno inteiro, não? :D), peguei o outro sketchbook e fiz “um novo começo”. E acho que isso me animou a fazer desenhos mais bonitinhos. 🙂

69 – Acho que dá para encher um sketchbook só com as decorações dos restaurantes que tem por aqui. Esse é japonês com um Godzilla gigante na entrada! Haha..
70 – Gostei de desenhar os rótulos de cerveja, aí fiz esse também, a Chang.
71 – Fizemos a famosa “Thai massage” na segunda. Bem bom! 🙂
72 – Assistimos lutas de Muay Thai com caras magrinhos e pequenos mas super fortes!

73 – Visitamos muitos templos lindos que pareciam uma jóia, de tanto brilho e detalhes nos telhados. Fiz essa estampa “inspired”.
74 – Lindo pôr-do-sol.
75 – Tá esse desenho ficou tosco, mas eu não consigo parar de rir quando olho para ele! HAHAHAHAH.. Eu e o Michael estávamos pensando em nome para filhos (que pretendo ter daqui a 10 anos! Haha) e tivemos a brilhante ideia de ter o “Rarlei e o Deivysson”, e eles podem formar uma dupla sertaneja! 😀 Além da dupla, terei um gato chamado Reginaldo e um cachorro sem nome.

Uff! Quanta coisa! Bom, ficou faltando o final de semana, mas já são 4 da manhã e preciso me deitar agora.

Anitão está muuuito cansada e o Michael já apagou a luz do quarto, então, não vai revisar nem por fotos de legenda. Desculpe!

Comments

comments

Related posts:

2 comentários em “Muitas cenas para muitos dias – 63 a 75

Deixe uma resposta