Vida nova e roupas velhas

Ni Hao, Ni Hao, queridos leitores! Como vão?
Estou redigindo este post de meu voo de Frankfurt para Hong Kong, assim que conseguir uma conexão em terras firmes eu o posto.

Pois bem, como havia comentado no post passado, estava desde sexta-feira sem internet em casa, e como eu já estava quase de partida, resolvi “deixar quieto” mesmo e me aguentei. Foi melhor assim, do contrário, não teria terminado de arrumar minhas coisas tão cedo, pois sou completamente viciada em internet (mais do que o meu namorado que é formado em Eng. da Computação! Hahah..).

A partir de hoje meus posts virão em horários bem alternativos (11h de diferença no fuso) e vão se focar mais em assuntos da minha nova rotina de tirar vistos, conhecer as cidades, arrumar um apê pra alugar, e um emprego, mas sem deixar é claro de falar sobre moda, moda de rua chinesa, ilustrações e meus looks diários. Aliás, agora tenho um novo desafio: conviver com as roupas que trouxe em uma mala de 33kg.

E como “só” trouxe 33kg de roupas, sapatos, e objetos de uso e apego pessoal; tive que deixar mais bons quilos para trás, que para felicidade das minhas amigas, foram parar no armário delas.. heheh. Mas eu também me beneficiei com esta ação, ganhei 7 peças novas para lotar a minha mala e dar o ar da graça aqui no blog. Quer coisa melhor que ter roupas “novas” sem gastar um tostão?

 Minhas queridinhas.

 Bagunça boa que fizemos.. hehe

 As peças de roupas que foram doadas..

 Os calçados que ficaram para trás 🙁

Bem assim que tiver um tempinho farei um post de como montar uma mala para um ano em um país que tem estações bem definidas (às vezes neva no inverno, e no verão faz quase 40 graus). A minha está acima do peso, mas com o tempo eu poderei dizer claramente o que deveria e não deveria ser trazido.

É isso! Até breve!

O Michael passou 2 voos de 11h cada pentelhando a Anitão.. 🙁

Comments

comments

Related posts:

Deixe uma resposta