Aprendendo a Desenhar

Olá olá! Hoje eu resolvi fazer um post auto-ajuda para você querido(a) leitor(a) fazer desenhos bacanas para colar na parede ou para a entrega semestral, caso você estude design de moda (e se for na UTP, tem dicas extras para irritar as professoras!). EE! Então sente-se que o post é longo.

Tá, eu não acho meus desenhos as coisas mais maravilhosas do mundo ilustrado, e é justamente por isso que estou postando religiosamente no blog: para praticar; mas acredito que posso dar boas dicas para alguém que queira melhorar seus rabiscos a partir das minhas experiências com desenho.

2003(?): Uma vez estava fazendo uma brincadeira com o meu primo, ele fazia algum risco e eu o transformava em algum desenho, e daí surgiram todas essas coisinhas. Acho que eu era até mais criativa nessa época.. hehe

Quando eu tinha umas doze primaveras fiz um curso de pintura em tela que era meio “copie a paisagem da revista”, mas deu pra aprender bastante técnicas, e acho que no fim, os cursos de desenho são isso mesmo, aprender técnicas e adaptá-las ao seu estilo (senão vira mesmice da XV de Novembro). E nesse mesmo lugar em que eu fazia o curso de pintura, um grupo de vendedores apareceram com o curso “Aprenda a desenhar com o lado direito do cérebro em 12 aulas!!!!!(Comic Sans!)”

Desenhando com o lado direito do cérebro: copie um desenho de ponta cabeça, assim você aprende a desenhar o que vê, e não aquilo que “acha que vê”. Por exemplo, é comum crianças desenharem uma paisagem e pintar as nuvens de azul e deixar o céu branco.

Engraçado que tinha muitas crianças nesse curso que não estavam interessadas em desenhar (elas queriam, sei lá, sair correndo pelas ruas e jogar bets), então a professora terminava o desenho para elas e quando seus pais chegavam ela dizia: “Olha como seu filho aprendeu a desenhar!!” Bem, quando entrei para a adolescência eu também não quis mais saber de desenhar, queria sair casamigas, bater papo no mIRC, e por aí vai.

Então só voltei a me encontrar com desenho em 2006, no primeiro período da faculdade.

No primeiro dia da aula de desenho a professora pediu que fizessemos um croqui para comparar com o que faríamos no futuro. O meu era um ser hermafrodita.. hahaha

E então seguiu-se um longo semestre com aulas de observação, daquelas de levar uma maçã e uma banana para aula e fazer uma salada mista, até que no segundo semestre, finalmente começamos a desenhar menininhas.

E essa foi a minha primeira fase: mulheres peladas, peitudas, fumantes, biscates. As professoras deviam pensar que eu tinha sérios distúrbios psicológicos.. haha

No segundo ano eu resolvi finalmente tomar jeito e usar referências. Veja bem, referência não é uma cópia, mesmo porque, por mais que você queira, não fica igual, nem irmãos gêmeos são iguais. Logo, desenhar com referências não é cópia. Antigamente os blogs de moda não eram tão populares, então eu geralmente as tirava de revistas mesmo, e ficava sentada na mesinha da sala, desenhando e assistindo desenhos na madrugada da entrega (eu sempre fazia os 10, 20 em uma madrugada só.. haha). E é claro que eu cagava com a maioria dos detalhezinhos, como molhar o papel até rasgar de aquarela, ou usar a ponta grossa da MagicColor e fazer uma boca de traveco na menina, e por aí vai.

Depois de muito desenhar com referências, eu fui diminuindo as linhas certas e comecei a explorar todas as cores mesmo. A minha professora reclamava que minhas linhas eram muito “cabeludas”, então transformei o defeito em efeito, por exemplo, pêlos das pernas. hehe

Em minha fase universitária final eu resolvi tacar o foda-se mesmo e provocar os professores. Coloquei bigode nas mulheres e pintei todo mundo de azul, coisas que acabaram virando as minhas marcas.

Minha dica para aprender a desenhar, é desenhar mesmo. Chato né? Mas acredito que não há outra forma que não praticando. Eu levei anos pra chegar neste nível, que ainda acho que precisa melhorar MUITO! Hoje eu faço assim: fico olhando para algumas imagens no computador, faço o esboço todo em lápis, contornos em caneta bic, e depois lápis de cor aquarelável, acompanhado de muita música e petiscos.. hehe

Mas é isso. Fica a dica!

 

Anitão vai agora almoçar! 🙂

Comments

comments

Related posts:

19 comentários em “Aprendendo a Desenhar

  1. Nossa, eu vou deixar esse comentário aqui super emocionada na verdade já estou chorando , KOOPAKPS .
    Bom, ontem a noite eu tava visitando os blogs de moda que eu costume visitar sempre e quando entrei no um ano sem zara e vi um post no qual tinham ilustraçoes sua me apaixonei e vim ver o seu blog, AMEEI todas assuas ilustrações.Pretendo ano que vem começar a minha faculdade de moda, mas até então não conseguia fazer uma linha reta na folha, rs mas ver seus desenhos ontem me estimulou a treinar mais e passei a madrugada de ontem pra hoje tentando e tentando e pela primeira vez consegui fazer desenhos que até agora não to acreditando que foram feitos por mim, simples ainda mais ainda sim to extremamente feliz e to aqui pra agradecer e para lhe parabenizar pelo seu talento que acabou sendo o pontapé fundamental pra começar a conseguir fazer os desenhos do meu jeitinho. OBRIGADO DE VERDADE *-*

    1. nossa, fiquei bem feliz com o seu comentário, Márcia, e mais ainda por saber que você conseguiu fazer seus desenhos! 🙂
      Parabéns pela sua determinação! Espero que você você continue sempre praticando!
      Beijão!

  2. Amei seu texto de auto-ajuda,seus desenhos são lindos e os traços são perfeitos,fiz um curso de desenho de moda e as vezes gosto de arriscar fazendo alguns croquis para minhas clientes pq sempre me dá satisfação expressar no papel aquilo q estar na minha mente.
    Parabéns!

  3. anita, sou fã do seu blog! principalmente quando tem desenhos :B

    engraçado, agora que deixamos a faculdade, desenhar se tornou muito mais legal! hehehe!

    p.s.: eu também super desenhava os croquis na madrugada da véspera, enquanto assistia maratona “cartoonz@um” no cartoon network! hahahah!

    não pare com o blog e nem com os desenhos 🙂

    beijocas!

    1. Ahh.. fico muito feliz de receber um recado teu, Aline!
      Sempre adorei seus desenhos!!
      E Cartoon é o que há na madrugada! Especialmente quando tinha aqueles Adult Swim.. haha
      Beijão!!

  4. Já estou fã do blog também… amo desenhar, desde da infância, e na adolescência na escola era conhecida por desenhar em tudo que era papelzinho… hahaha… mas a vida segue, e com trabalho, facu (que nem de moda e nem nada, meu curso é contabeis), casa, marido… não sobra muito tempo pra desenho. Mas ao ler o blog e em especial esse post, fiquei super animada, eeee! Adorei, viu e estou ansiosa pra ver os rabiscos da semana.. haha bjus

  5. Ah, preciso dizer que AMEI seu blog? Adorei a idéia dos looks desenhados, ´sou designer e sofrooo pra aprender a fazer croquis hihi
    Então, eu achei muito interessante a idéia do seu blgo e seus desenhos das outas blogueiras…lá no meu blog temos um marcador chamado ‘blogueira da semana’, você aceita participar? *-* nós te entrevistariamos e publicariamos seu trabalho e blog por lá ^^

    beijos!

  6. Ouuun miguxa, bombando hein! Sabe que eu agora também gosto de desenhar? Sempre pego um cantinho na minha folha de moldes e rabisco uma coisinha ou outra. Nada como não ter ninguém pra ficar me criticando, o desenho flui!
    Beeijos.

  7. Amooore.. vc acredita que eu tbém fiz curso de pintura e de desenho quando era mais novinha! Até esqueço de contar essas coisas pra vc, mas lembrei pq acredite ou não, no meu curso de desenho fiz esse meeeesmo desenho de ponta cabeça! Bizarro! HAHAH.. Mas enfim, não levo jeito pra essas coisas mesmo! beeeijos amore!

    1. sério!? haha nunca imaginei que você tivesse feito curso de pintura e desenho também! haha devia ter seguido com a ideia de arquitetura hein.. haha beijão amore!

  8. Noossa!!!eu adoro desenhar muitas vezes eu pego meu lapis e vou desenhar ate quando a luz acaba eu acendo uma vela e começo a eu nunca fui boa em desenhos mas mesmo assim amo muuuto desenhar a minha paixao é desenho.

Deixe uma resposta